23 August 2009

A lucidez é um sorriso triste

Os companheiros falam do percurso e da personalidade de Mário Pinto de Andrade. Caminhos cruzados que invariavelmente despertam em mim uma grande admiração. E muita pena. Pelos desvios de uma "utopia" que poderia, quem sabe, ter sido real. Mil e uma situações que atiraram essas figuras para um esquecimento selectivo, e que fazem do nosso país um conto de fadas ilusório, alicerçado em mecanismos que nos estrangulam a liberdade e o progresso social.

No comments: